Mais uma intervenção bancária


Contando com o banco BVA, o Banco Central (BC) contabiliza, em 2012, a intervenção em três instituições bancárias, duas corretoras e duas cooperativas de crédito. Essa situação ocorre quando a fiscalização do BC constata problemas que podem colocar em risco a solvência da instituição, com potencial de gerar perdas para outros participantes do sistema financeiro.

Em 2011 o BC decretou a liquidação de um banco, quatro corretoras e distribuidoras de títulos e valores mobiliários, três cooperativas e sociedades de crédito e quatro administradoras de consórcio. No total, foram 12 instituições de grupos econômicos diferentes.
Nos anos anteriores, as intervenções ocorreram, principalmente, em empresas administradoras de consórcio. Foram quatro em 2004, seis em 2005, duas em 2006, uma em 2007, três em 2008, uma em 2009 e quatro em 2010. A última instituição bancária relevante a enfrentar problemas foi o Banco Santos, em 2004. O gráfico abaixo mostra as intervenções do BC, por tipo de instituição.
O ambiente de negócios para os bancos brasileiros vem piorando. Queda dos juros, redução das margens de lucros, aumento da competição, dificuldade de captação no mercado internacional e crescimento do nível de endividamento da população têm afetado, em maior ou menor escala, a atividade bancária.
No entanto, a percepção é que os problemas mais graves, e que podem afetar a solvência financeira, estão restritos a instituições bancárias específicas e que o sistema como um todo continua sólido. A capacidade de intervenção do BC, somada à atuação do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), pode ser interpretada como um sinal de fortalecimento do mercado.
O FGC garante os depósitos de até R$ 70 mil feitos pelos poupadores nas instituições que quebraram. Além disso, fornece liquidez aos bancos com dificuldade de captação, dentro de determinadas condições.
No entanto, as grandes agências mundiais de classificação de riscos, como a Moody’s, por exemplo, já deram indicações de que estão atentas. Apesar de a intervenção no BVA ter repercussão pequena, os desdobramentos no mercado serão acompanhados.
Não é necessário agir com pânico. Nesse momento, basta conferir de que forma seu dinheiro está investido e confirmar a solidez da instituição com a qual você mantém relacionamento financeiro.

.

.