Eike Batista reforça aval à LLX com oferta pelas ações


Bilionário pagará até R$ 618,7 milhões para fechar o capital da LLX, segundo comunicado enviado ontem à Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

Juan Pablo Spinetto, da 
 

Eike Batista
Eike: o preço por ação, de R$ 3,13 na oferta, representa um prêmio de 9,8% sobre o fechamento da véspera
Rio de Janeiro - O bilionário Eike Batista quer reconquistar a confiança dos investidores no seu império de empresas de energia e commodities com a oferta pública por todas as ações em circulação da LLX Logística SA.
Eike pagará até R$ 618,7 milhões para fechar o capital da LLX, segundo comunicado enviado ontem à Comissão de Valores Mobiliários. A oferta ocorre depois que as ações bateram a menor cotação em três anos no mês passado. O preço por ação, de R$ 3,13 na oferta, representa um prêmio de 9,8 por cento sobre o fechamento da véspera.
A jogada marca uma inversão de mão na estratégia de Eike Batista, que se tornou o homem mais rico do Brasil ao abrir capital de seis empresas de energia, commodities e logístca em faze pré-operacional desde 2006. Eike, que disse em março que planejava emitir ações de mais duas empresas, viu o valor de sua fortuna pessoal derreter R$ 1,2 bilhão este ano, depois que a OGX Petróleo e Gás Participações SA cortou suas estimativas de produção e reservas.
“É hora de o Eike colocar o dinheiro na mesa, já que a credibilidade despencou”, disse Laurence Balter, que administra US$ 100 milhões na Oracle Investment Research, incluindo ações da OGX. “O mercado está muito irracional, e esse é um bom preço para um porto de muito valor e importante para o Brasil”, disse ele por e-mail.

PARCEIROS E COLABORADORES UTILIZAM:

.