Queda das ações da Vale abre oportunidade, diz Credit Suisse


Investidores já colocaram no preço o pior cenário para as disputas judiciais da mineradora


Divulgação
Super navio da Vale
O preço-alvo de 30 dólares já considera um aumento dos royalties de 2% para 4%
São Paulo – A recente queda das ações da Vale abriu espaço para o posicionamento nos papéis, alerta o Credit Suisse em um relatório. “O desempenho abaixo do mercado recente é exagerado em nossa visão, representando um bom potencial de valorização de 34% em relação ao nosso cenário base de 30 dólares por ação ao nível atual”, avaliam os analistas Ivano Westin e Clarissa Berman.
A projeção do banco é feita para as ADRs (American Depositary Receipts) VALE que representam as ações ordinárias VALE3 na Bovespa. Os papéis acumulam uma desvalorização de 3,94% nos últimos cinco dias. Os analistas explicam que ao valor atual, 22,41 dólares, os ativos já assumem mais do que a perda de todas as disputas judiciais enfrentadas pela mineradora (quadro abaixo).
O Credit Suisse avalia que o embate entre a Vale e o DPNM (Departamento Nacional de Produção Mineral) pode resultar, no cenário base, em um desembolso de aproximadamente 700 milhões de dólares (o valor em questão é de 2,7 bilhões de dólares em royalties) e que um acordo pode ser alcançado para as subsidiárias no exterior.
O preço-alvo de 30 dólares ainda considera um aumento dos royalties de 2% para 4% devido às possíveis mudanças no código mineral brasileiro e também um maior nível médio de impostos pagos pela Vale de 19% para 25% daqui para frente. O banco estimou o impacto de cada disputa legal sobre o valor de mercado da Vale:
Cenário de estresseUS$ bi
Valor de Mercado com preço-alvo de US$ 30152,411
Royalties-2,686
Impostos para subsidiárias-17,157
Cfem*-5,712
Valor de Mercado com cenário de estresse126,856
Número de ações (milhões)5,097
Preço-alvo no cenário de estresse (US$)24,9
Potencial de valorização no cenário de estresse11,4%
* Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais 
Fonte: Dados da Empresa e estimativas do Credit Suisse 

PARCEIROS E COLABORADORES UTILIZAM:

.