Petrobras ameaça aumentar preço dos combustíveis


A presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, afirmou em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo que o preço dos combustíveis no País deverá subir. Foster, no entanto, preferiu não especificar um prazo para isto ocorrer, mas disse que a Petrobras possui uma certa folga no caixa da empresa que permite manter os preços da gasolina ao consumidor sem reajustes no momento. No ano passado, ainda durante a gestão de José Sergio Gabrielli, o governo negou reajustes no preço dos combustíveis por temer uma aceleração da taxa de inflação. Com temor de alta nos preços menor neste começo de ano, alguns analistas e até mesmo técnicos do governo acreditam que agora é o momento para reajustes nas bombas de combustíveis. Alguns estudos apontam que a Petrobras deixou de ganhar quase R$8 bilhões em 2011 com a defasagem dos preços dos combustíveis no Brasil em relação ao mercado internacional. Acredita-se que a nova presidente da Petrobras provavelmente está solicitando ao governo um reajuste no preço dos combustíveis com maior urgência por acreditar que o resultado da companhia no primeiro trimestre deste ano será prejudicado.

.

.