OGX tem prejuízo de R$509,8 milhões em 2011



Segundo a companhia, o resultado decorre, entre outros fatores, do aumento das despesas com exploração em 328 milhões reais


Divulgação
Eike no Escritório
A companhia de Eike Batista ambém está apostando na venda de ativos de até 10%
São Paulo - A OGX, empresa de petróleo do conglomerado do empresário Eike Batista, registrou prejuízo de 509,8 milhões de reais em 2011, contra prejuízo de 135,5 milhões de reais um ano antes.
Segundo a companhia, o resultado decorre do aumento das despesas com exploração em 328 milhões reais; redução da receita financeira líquida em 252,4 milhões reais, compensados parcialmente pela diminuição das despesas administrativas em 10,9 milhões de reais, e pelo aumento do crédito tributário líquido em 195,1 milhões de reais.
A produção em caráter de teste da companhia, a maior empresa privada do setor de petróleo do país, começou no campo de Waimea, na bacia de Campos, dois anos e dois meses após a primeira descoberta no local.
"Vemos 2012 como um ano importante para alcançarmos uma produção estável no primeiro poço produtor, iniciarmos as declarações de comercialidade das nossas acumulações na bacia de Campos e aumentarmos nossa produção com mais dois poços produtores", disse Paulo Mendonça, diretor geral e de exploração da OGX, segundo comunicado.

.

.